Quinta-feira, 20 de Fevereiro de 2014
«A Coroa», de Joe Abercrombie, em março

«Joe Abercrombie está a fazer um excelente trabalho.»

George R. R. Martin

 

 

Logen Novededos poderá ter apenas mais uma batalha dentro dele, mas será das grandes. A guerra devasta o Norte, o rei dos homens do norte mantém-se firme e apenas um homem poderá travá-lo. O seu mais velho amigo e inimigo. Chegou o momento do Nove-Sangrento.

Com demasiados mestres e sem tempo suficiente para lhes obedecer, o superior Glokta trava uma guerra diferente. Uma guerra secreta em que ninguém estará seguro e onde ninguém merecerá confiança. E, se os seus dias de espadachim ficaram para trás, é uma sorte que a chantagem, as ameaças e a tortura nunca saiam de moda.

Jezal dan Luthar decidiu que conquistar a glória é um processo demasiado doloroso e volta costas à vida militar par se entregar a uma vida simples com a mulher que ama. Mas o amor também pode ser doloroso... e a glória tem o hábito desagradável de se acercar de um homem quando menos a espera.

Com o rei da União no seu leito de morte, os camponeses revoltam-se e os nobres enfrentam-se, tentando roubar-lhe a coroa. Ainda ninguém acredita que a sombra da guerra está prestes a cobrir o coração da União. Só o Primeiro dos Magi tem um plano para salvar o mundo, mas há riscos. Nada será mais arriscado, afinal, do que violar a Primeira Lei...

 

Logen Novededos poderá ter apenas mais uma batalha dentro dele, mas será das grandes. A guerra devasta o Norte, o rei dos homens do norte mantém-se firme e apenas um homem poderá travá-lo. O seu mais velho amigo e inimigo. Chegou o momento do Nove-Sangrento.

 

 

Finalista do Prémio David Gemmell Legend

Escolha dos Leitores do SFSite 2008

Livro preferido do SFFWorld em 2008

 

 

«Os livros são bons, muito bons. Prenderam-me. Um mundo bem desenvolvido. Personagens convincentes e únicas. Gostei tanto deles que quando cheguei ao fim do segundo livro e descobri que o terceiro livro só ia ser lançado nos EUA dali a três meses, tive um acesso de raiva, em seguida, um ataque de depressão, depois almocei e deitei-me um pouco.»

Patrick Rothfuss

 

«Momentos avassaladores, grandes personagens e gargalhadas malévolas.»

Dreamwatch

 

«Abercrombie escreveu a melhor trilogia épica de fantasia de memória recente. É um escritor que ninguém deve perder.»

Junot Diaz


 

Joe Abercrombie nasceu em Lancaster, Inglaterra, no último dia de 1974. Foi educado na pretensiosa Lancaster Royal Grammar School, só para rapazes, onde passou muito do seu tempo a jogar computador, dados, e a desenhar mapas de locais que não existem. De seguida foi para a Universidade de Manchester estudar Psicologia. Tendo sempre o sonho de, sozinho, redefinir o género fantástico, começou a escrever uma trilogia épica baseada nas desventuras de um bárbaro, Logen Novededos. O resultado foi uma treta pomposa, que rapidamente abandonou.

Joe mudou-se para Londres, onde viveu numa espelunca com dois homens à beira da loucura. Com um esforço heroico e o apoio da sua família, terminou A Lâmina, em 2004, sendo publicada junto de um público insuspeito em 2006. Desde então já foi publicada em catorze países e as sequelas, A Forca e A Coroa foram publicadas em 2007 e 2008, respetivamente.

 



publicado por 1001mundos às 13:24
link do post | adicionar aos favoritos

«A Guerra Eterna» de Joe Haldeman, em março

 

 

Um dos 10 melhores romances de ficção científica de todos os tempos

 

Prémios Nebula, Hugo e Locus

 

Em 1997 a Terra entra pela primeira vez em contacto com os extraterrestres tauranos. Este encontro marca o início de uma guerra impiedosa. As autoridades terrestres decidem enviar um contingente de elite, e preparam um programa de treino quase inumano, destinado a produzir soldados capazes de aguentar tudo.

William Mandella é um desses soldados.

A fim de viajar até à frente de batalha, os soldados têm de atravessar portais chamados collapsars, que causam uma distorção espácio-temporal, fazendo com que o tempo subjetivo da nave seja mais lento que o tempo «real» do universo. Ou seja, quando Mandella regressa a casa após dois anos, quase três décadas passaram na Terra. E conforme viajam para mais longe, maior é a dilatação, passando de décadas para séculos inteiros.

A luta mais cruel que estes soldados terão de travar será a sua batalha pessoal contra o tempo.

 

«Dizer que Guerra Eterna é o melhor romance de guerra de ficção científica já escrito é condená-lo a poucos elogios. Trata-se, por todo o seu esplendor techno-extrapolativo, de uma magnífica e comovente história de guerra.»

William Gibson


«Talvez o romance de guerra mais importante escrito desde o Vietname... Haldeman, um veterano, é um visionário... e o esforço do protagonista William Mandella para sobreviver e permanecer humano face a uma guerra absurda quase sem fim é desolador, hilariante, angustiante e verdadeiro... como todas as melhores obras de literatura, Guerra Eterna abala-nos e, em seguida, antes que possamos virar a última página, volta a acalmar-nos: estamos melhores, mais sensatos, mais humanos. Simplesmente extraordinário.»

Junot Diaz


«Se houvesse um Fort Knox para escritores de ficção científica, teríamos de lá guardar Joe Haldeman.»
Stephen King

«Guerra Eterna não é apenas um grande romance de ficção científica, é um grande romance sobre a guerra do Vietname - e um excelente romance de guerra que é também ficção científica. Um clássico em qualquer um dos géneros.»
Iain M. Banks

 

 

 

Joe Haldeman é autor de numerosos livros, contos, novelas e artigos, pelos quais recebeu, entre outros, os prémios Nebula, Locus, Ditmar, Galaxy, Hugo e Mundial de Fantasia, alguns mais do que uma vez. Esteve no Vietname, onde recebeu a condecoração Purple Heart pelos seus serviços, e essa experiência serviu-lhe para escrever a sua primeira obra, War Year, e a sua série «Guerra Eterna», profundamente antibelicista. É membro da Associação Americana para o Progresso da Ciência e do Instituto Nacional do Espaço, e dá aulas de Escrita Criativa no Instituto Tecnológico do Massachusetts (M.I.T.).



publicado por 1001mundos às 13:23
link do post | adicionar aos favoritos

Terça-feira, 4 de Fevereiro de 2014
Já leste «Luz e Sombra», de Leigh Bardugo?

 

 


sinto-me:
música: Born Slippy

publicado por 1001mundos às 15:35
link do post | adicionar aos favoritos

«Legend», de Marie Lu, em fevereiro

A verdade torna-se lenda

 

Outrora conhecida como a costa ocidental dos Estados Unidos, a República é agora uma nação em guerra permanente com as vizinhas, as Colónias.

Nascida numa família de elite num dos distritos mais abastados da República, June, aos quinze anos, é um prodígio militar. Obediente, entusiasmada e dedicada ao seu país, está a ser aperfeiçoada para fazer parte dos círculos mais elevados da República.

Nascido num dos bairros de lata do Setor Lake da República, Day, também com quinze anos, é o criminoso mais procurado da República. Mas talvez os seus motivos não sejam tão maliciosos quanto parecem.

Pertencendo a mundos muito diferentes, não há motivo algum para que os caminhos de June e Day se cruzem – até ao dia em que o irmão de June, Metias, é assassinado, e Day se torna o principal suspeito. Agora, apanhado no derradeiro jogo do gato e do rato, Day corre pela sobrevivência da sua família, enquanto June tenta desesperadamente vingar a morte do irmão.

Contudo, numa reviravolta chocante, os dois descobrem a verdade daquilo que verdadeiramente os levou a encontrarem-se, e a que ponto a nação de ambos está disposta a chegar para manter os seus segredos.

Repleto de ação imparável, suspense e romance, o fascinante primeiro romance de Marie Lu irá certamente comover e arrebatar os leitores.

 

Ambientado na cidade de Los Angeles em 2130 D.C., na atual República da América, conta a história de um rapaz – o criminoso mais procurado do país – e de uma jovem – a pupila mais promissora da República –, cujos caminhos se cruzam quando o irmão desta é assassinado e a ela cabe a tarefa de capturar o responsável pelo crime. No entanto, a verdade que os dois desvendarão se tornará uma lenda.

 

«Bela escrita e execução excelente. Sequela, por favor!»

Entertainment Weekly

 

«Uma “Lenda” a formar-se»

USA Today

 

«A estreia de Lu é brutal.»

Publishers Weekly

 

«Um thriller arrebatador num futuro distópico em Los Angeles [...]

Uma aventura cinemática com heróis carismáticos e aliciantes.»

Kirkus Reviews

 

«Uma fusão veloz de ação e ficção científica... Lenda dará aos fãs de Os Jogos da Fome algo que vale a pena ler.»

Voya

 

 

Marie Lu é a diretora artística da Online Alchemy, uma empresa de videojogos, e também detém a marca infantil Fuzz Academy. Certa tarde, a assistir a Os Miseráveis, perguntou-se como seria a relação entre um delinquente famoso e um detetive prodigioso numa história mais moderna e sentiu-se inspirada a escrever Lenda. Licenciada pela University of Southern California em 2006, vive em Los Angeles, onde passa muito tempo em filas de trânsito.

Podes visitá-la em www.marielu.org ou segui-la no Twitter em @Marie_Lu

www.LegendtheSeries.com

 

 

 


sinto-me:
música: Talk Dirty

publicado por 1001mundos às 15:18
link do post | adicionar aos favoritos

.mais sobre mim
.links
.Novidades 1001 Mundos







.posts recentes

. «Prodigy», de Marie Lu, a...

. «A Viajante», de Arwen El...

. «O Trono dos Crânios», de...

. Entrevista com Stephenie ...

. «Crepúsculo» reimaginado....

. Edição do 10º aniversário...

. Edição do 10º aniversário...

. «Seeker - O clã dos Guard...

. «O Grande Bazar e Outras ...

. Frankenstein, de Mary She...

.arquivos

. Julho 2016

. Junho 2016

. Janeiro 2016

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Novembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Outubro 2013

. Março 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

.subscrever feeds