Sexta-feira, 22 de Julho de 2016
«Prodigy», de Marie Lu, a continuação de «Legend»

prodigy.jpg

Trilogia Legend

Os opostos perto do caos

 

Depois de fugir aos militares da República em Los Angeles, June e Day chegam a Las Vegas no momento em que algo inesperado acontece: o Elector Primo morre, e o seu filho, Anden, assume o comando da nação.

Com a República da América à beira do colapso, os dois unem-se ao grupo de rebeldes conhecidos como Patriotas. Dispostos a ajudar Day a encontrar Eden, o seu irmão mais novo, e a levá-los em segurança até às Colónias, os Patriotas têm apenas uma condição: June e Day devem assassinar o novo Elector Primo.

É-lhes dada a oportunidade de mudar a nação, de finalmente dar voz ao povo, que viveu demasiado tempo amordaçado. No entanto, quando June descobre que o atual Elector Primo não é o ditador que o pai fora, vê-se atormentada pelas suas escolhas. E se Anden significar um novo começo para todos? E se uma revolução for mais do que simplesmente perda e vingança, fúria e sangue? E se os Patriotas estiverem errados?

 

Nos antigos Estados Unidos, a República apoderou-se do poder.

Dois inimigos tornaram-se aliados improváveis e têm o poder de reunificar o país ou começar uma revolução.

 

 «Marie Lu venceu a maldição com Prodigy...Os mundos bem desenvolvidos, os problemas políticos e a credibilidade das personagens tornam-no inovador... Marie Lu prova que um segundo livro não é inferior ao primeiro, proporcionando intriga e prazer isoladamente.»

THE LOS ANGELES TIMES

 

«…liberte a sua agenda para se permitir o luxo de ler este livro de uma assentada. Não vai conseguir parar...»  

THE NEW YORK JOURNAL OF BOOKS

«A sequela de Legend é cheia de intriga... um livro perspicaz e cheio de tensão.»

Publishers Weekly

 

"Impressionante continuação de Legend... A ação empolgante e os cenários futuristas irão decerto agradar aos fãs de Divergente

SHELF AWARENESS

 

 

 

 

marie-lu.jpg

 

Marie Lu é a diretora artística da Online Alchemy, uma empresa de videojogos, e também detém a marca infantil Fuzz Academy. Certa tarde, a assistir a Os Miseráveis, perguntou-se como seria a relação entre um delinquente famoso e um detetive prodigioso numa história mais moderna e sentiu-se inspirada a escrever Lenda. Licenciada pela University of Southern California em 2006, vive em Los Angeles, onde passa muito tempo em filas de trânsito.

Podes visitá-la em www.marielu.org ou segui-la no Twitter em @Marie_Lu

www.LegendtheSeries.com

 

 

legend.jpg

 



publicado por 1001mundos às 09:34
link do post | adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 29 de Junho de 2016
«A Viajante», de Arwen Elys Dayton, a sequela de «SEEKER»

a_viajante.jpg

O passado é implacável

Quin Kincaid é uma Seeker. Esta honra é a sua herança, uma função nobre transmitida de geração em geração. Mas o que ela descobriu na noite em que prestou juramento mudou o seu mundo para sempre. Aquilo que se comprometei a fazer é uma monstruosa mentira: distante dos ideais cavalheirescos, o seu cargo de Seeker condena-a à barbárie. O seu pai revela-se um assassino, o seu tio um mentiroso, a sua mãe uma vítima colateral. E o rapaz que ela amou em tempos vive agora para se vingar da família Quin, em primeiro lugar. Mas Quin não está sozinha. Shinobu, o seu companheiro mais antigo, talvez seja a única pessoa em quem pode confiar. A única pessoa que também procura desesperadamente respostas.

Mas quanto mais investigam o passado, mas o presente se torna sombrio. Há a questão das outras famílias Seeker desaparecidas, de alianças conturbadas e, pior ainda, um plano funesto iniciado várias gerações atrás que tem o poder de os destruir a todos.

 

 

Quin Kincaid acabou de sobreviver a uma batalha épica com o seu ex-namorado, John. A recusa de Quin em entregar o athame da família de John, que permitiria a este invocar vingança contra aqueles que prejudicaram a sua família, destruiu completamente a relação entre ambos. Devido a isso, Quin percebe que também nutre sentimentos pelo seu amigo de longa data, Shinobu. Juntos, lutam para desvendar a verdade por detrás do motivo por que os Seekers se têm matado uns aos outros e esperam corrigir as injustiças que vêm acontecendo há séculos.

 

«Um livro cheio de ação com abundantes reviravoltas surpreendentes. Os leitores de Kami Garcia, Tahereh Mafi, e Marie Lu vai adorar.»

Booklist

 

«Para os fãs de fantasia que gostam de mistérios, de cenas de luta repletas de ação e de tramas entrelaçadas.»

School Library Journal

 

«Katniss e Tris aprovariam.»

TeenVogue.com

 

Livro anterior

seeker.jpg

 

 

 



publicado por 1001mundos às 09:25
link do post | adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 25 de Janeiro de 2016
«O Trono dos Crânios», de Peter V. Brett

o_trono_dos_cranios.jpg

O Trono dos Crânios de Krasia está vazio.

Construído com crânios de generais caídos e de príncipes demónios, é um lugar de honra e de magia antiga e poderosa, que mantém afastados os demónios nuclitas. Do alto do trono, Ahmann Jardir estava destinado a conquistar o mundo conhecido, reunindo os seus povos isolados num exército unificado capaz de pôr fim à guerra com os demónios de uma vez por todas. Mas Arlen Bales, o Homem Pintado, foi contra este destino, desafiando Jardir para um duelo que ele não podia recusar. Em vez de arriscar a derrota, Arlen lançou ambos de um precipício, deixando o mundo sem um salvador, e dando origem a uma luta pela sucessão que ameaça destruir as Cidades Livres de Thesa. No Sul, Inevera, a primeira mulher de Jardir, tem de arranjar forma de impedir que os filhos se matem e mergulhem o povo numa guerra civil, enquanto se esforçam por atingir glória suficiente que lhes permita reclamar o trono. No Norte, Leesha Papel e Rojer tentam forjar uma aliança entre os ducados de Angiers e Miln contra os Krasianos antes que seja demasiado tarde.

Apanhado no fogo cruzado encontra-se o ducado de Lakton - rico e desprotegido, pronto a ser conquistado.

Enquanto isso, os nuclitas têm-se tornado mais fortes, e sem Arlen e Jardir talvez não haja ninguém suficientemente poderoso para detê-los.

Apenas Renna Bales pode saber mais sobre o destino dos homens desaparecidos, mas também ela desapareceu...

 

«Brett cravou-me as suas garras e quero mais do Ciclo dos Demónios!»

BestFantasyBooks.com

 

«A prosa de Brett flui de forma perfeita, proporcionando uma leitura fascinante durante a qual não nos sentimos culpados por ignorar duas refeições e assim podermos continuar no sofá a ler.»

Fixed on Fantasy

 

PETER-V-BRETT_by_Karsten-Moran_headshot.jpg

 

Peter V. Brett é o autor best-seller internacional de O Homem Pintado e A Lança do Deserto. Criado com uma dieta contínua de romances de fantasia, banda desenhada e jogos Dungeons & Dragons, Brett tem escrito histórias de fantasia desde que se lembra. Formou-se em Literatura Inglesa e História da Arte na Universidade de Buffalo em 1995 e passou mais de uma década no ramo das publicações farmacêuticas, antes de regressar à sua paixão. Vive em Brooklyn, Nova Iorque.

 

 

 

 

 

homem pintado.jpglanca_do_deserto.jpgguerra diurna.jpgo grande bazar.jpg

 

 

 

 

 



publicado por 1001mundos às 10:37
link do post | adicionar aos favoritos

Terça-feira, 6 de Outubro de 2015
Entrevista com Stephenie Meyer hoje (6/10/15) no programa «Good Morning America»

 



publicado por 1001mundos às 15:55
link do post | adicionar aos favoritos

«Crepúsculo» reimaginado...

ProjectOrange_Facebook1.png

ProjectOrange_Facebook2.png

ProjectOrange_Facebook3.png

 



publicado por 1001mundos às 15:53
link do post | adicionar aos favoritos

Edição do 10º aniversário de «Crepúsculo»

crepusculo 10 aniv.jpg

6/10/205 - LeYa/ASA: Informação para a comunicação social – Regresso da saga «Crepúsculo», de Stephenie Meyer

10 anos depois do primeiro livro, chega a Portugal, no fim de outubro, Décimo Aniversário de Crepúsculo/Vida e Morte, de Stephenie Meyer

 

Edição dupla acaba de sair nos EUA para comemorar o 10º aniversário da saga criada por Stephenie Meyer. A versão portuguesa - Décimo Aniversário de Crepúsculo/Vida e Morte – junta o Crepúsculo original à sua «reimaginação» pela autora, com a inversão do sexo das personagens principais. Os fãs portugueses poderão ler este novo livro a partir de 28 de outubro.

 

Megan Tingley, vice-presidente executiva e editora da Little, Brown Books for Young Readers, a proprietária dos direitos mundiais da obra de Stephenie Meyer, acaba de anunciar a publicação da edição dupla do Décimo Aniversário de Crepúsculo/Vida e Morte, de Stephenie Meyer. Esta nova edição, já à venda nos E.U.A., junta a história de amor clássica de Meyer com a sua reimaginação ousada e surpreendente do romance completo, que muda o sexo das personagens. A edição portuguesa chega às livrarias a 28 de outubro e estará disponível em livro impresso e em e-book.

 

Em Vida e Morte, os leitores irão encontrar o clássico contado através dos olhos de um adolescente humano apaixonado por uma vampira numa edição dupla que contém quase quatrocentas páginas de conteúdo novo. Os fãs de Bella e Edward não vão querer perder a oportunidade de ver estas personagens icónicas em novos e intrigantes papéis.

 

«Espanta-me terem já passado dez anos desde que Crepúsculo foi publicado», disse Meyer. «Para mim, este aniversário é uma celebração dos fãs, com toda a sua paixão e dedicação incríveis. Sinto-me muito contente por voltar a estar com eles.»

 

«Estamos encantados por Stephenie ter decidido revisitar Crepúsculo dez anos mais tarde e acrescentar esta reviravolta oportuna e fascinante à história», comentou Tingley. «Senti a mesma adrenalina ao ler Vida e Morte que senti quando li o manuscrito de Crepúsculo pela primeira vez, e estou certa de que os leitores sentirão o mesmo.»

 

Crepúsculo fascinou milhões de leitores desde a sua publicação em 2005 e tornou-se um clássico moderno, redefinindo géneros dentro da literatura para jovens e inspirando um fenómeno que deixou os leitores desejosos de mais. Crepúsculo foi bestseller #1 do New York Times e bestseller #1 do USA Today. Foi considerado um dos 100 melhores livros para jovens de sempre pela revista Time, o melhor romance adolescente de sempre pela NPR (National Public Radio) e foi escolha do editor do New York Times. A Saga Twilight, que também inclui Lua Nova, Eclipse, Amanhecer, A Breve Segunda Vida de Bree Tanner: Uma Novela de Eclipse e Guia Oficial Ilustrado da Saga Twilight, vendeu quase 155 milhões de exemplares em todo o mundo. Em Portugal vendeu mais de meio milhão de livros.

  

 

Sobre Stephenie Meyer

Stephenie Meyer é a autora dos bestsellers da Saga Twilight e de Nómada. Licenciou-se em Literatura Inglesa pela Brigham Young University e vive no Arizona com o marido e os três filhos. Para mais informações, aceda a www.stepheniemeyer.com

 

10º Aniversário de Crepúsculo / Vida e Morte – edição dupla

ASA, 780 páginas – sai a 28 de outubro

 

 



publicado por 1001mundos às 15:41
link do post | adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 14 de Setembro de 2015
Edição do 10º aniversário de «Crepúsculo»

crepusculo 10 aniv.jpg

Little, Brown Books for Young Readers irá publicar uma edição especial do décimo aniversário de Crepúsculo, com conteúdo extra.

10º Aniversário comemorado nos EUA com a participação da autora

e lançamento do livro a 6 de outubro

 

Nova Iorque [14 de setembro de 2015] – Megan Tingley, vice-presidente executiva e editora da Little, Brown Books for Young Readers, anuncia a publicação de uma edição especial do décimo aniversário de Crepúsculo, de Stephenie Meyer, um romance que se tornou um fenómeno editorial e um bestseller internacional, que deu origem a uma série de filmes de sucesso e se tornou um marco cultural em todo o mundo. Esta nova edição será publicada a 6 de outubro de 2015 e inclui conteúdo extra. Estará disponível em capa dura, ebook e numa edição com carateres grandes, para além de numa versão áudio da Listening Library.

 

Para comemorar o décimo aniversário, Meyer foi à reunião anual de fãs Forever Twilight in Forks. Para além disso, Meyer também irá participar na edição da Comic Con de Nova Iorque este ano, para um evento e sessão de autógrafos dia 8 de outubro, às 13:45. Meyer estará à conversa com Josh Horowitz do programa After Hours da MTV para refletir sobre o décimo aniversário e discutir a nova edição da sua obra de referência. Meyer também terá sessões de autógrafos em Nova Iorque e Los Angeles após o lançamento do livro.

 

«Espanta-me terem já passado dez anos desde que Crepúsculo foi publicado», disse Meyer. «Para mim, este aniversário é uma celebração dos fãs, com toda a sua paixão e dedicação incríveis. Sinto-me muito contente por voltar a estar com eles.»

 

«Sinto a mesma emoção ao ler esta edição especial de aniversário que senti quando li o manuscrito há uma década», comentou Tingley. «Alegra-me termos esta oportunidade para os fãs dedicados reviverem a extraordinária experiência Crepúsculo e para que uma nova geração de fãs a descubra pela primeira vez.»

 

Profundamente romântico e cheio de suspense, Crepúsculo fascinou milhões de leitores desde a sua publicação em 2005 e tornou-se um clássico moderno, redefinindo géneros dentro da literatura para jovens e inspirando um fenómeno que deixou os leitores desejosos de mais. A saga Twilight, que também inclui Lua Nova, Eclipse, Amanhecer, A Breve Segunda Vida de Bree Tanner: Uma Novela de Eclipse e Guia Oficial Ilustrado da Saga Twilight, vendeu quase 155 milhões de cópias em todo o mundo.

 

Entre as suas várias conquistas, Crepúsculo foi bestseller #1 do New York Times e bestseller #1 do USA Today. Foi considerado o melhor romance adolescente de sempre pela NPR (National Public Radio), foi escolha do editor do New York Times e considerado um dos 100 melhores livros para jovens de sempre pela revista Time. As versões cinematográficas da Saga Twilight, com Kristen Stewart e Robert Pattinson, receberam no total 32 Teen Choice Awards e 17 MTV Movie Awards, faturando mais de 1,1 bilhões de dólares em todo o mundo.

 

Sobre Stephenie Meyer

Stephenie Meyer é a autora dos bestsellers da Saga Twilight e de Nómada. Licenciou-se em Literatura Inglesa pela Brigham Young University e vive no Arizona com o marido e os três filhos. Para mais informações, aceda a www.stepheniemeyer.com

 

Sobre Little Brown Books for Young Readers

Little Brown Books for Young Readers é uma divisão de Hachette Book Group, uma editora de renome sedeada em Nova Iorque e uma divisão de Hachette Livre, a segunda maior editora do mundo. HBG publica nas divisões Little, Brown and Company, Little, Brown Books for Young Readers, Grand Central Publishing, Hachette Books, Orbit, Hachette Nashville e Hachette Digital. Para mais informação, visite www.hbgusa.com

 

 

Em Portugal o livro será publicado em novembro pela chancela 1001 Mundos, das Edições Asa, Grupo Leya.

 



publicado por 1001mundos às 14:22
link do post | adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 27 de Agosto de 2015
«Seeker - O clã dos Guardiões», Arwen Elys Dayton

seeker.jpg

 

Com a verdade chegará o fim

 

Na noite em que prestar juramento, a jovem Quin Kincaid irá tornar-se aquilo para que treinou toda a vida. Irá tornar-se um Seeker. Este é o seu legado, e é uma honra. Como Seeker, Quin irá lutar ao lado dos seus dois companheiros mais chegados, Shinobu e John, para proteger os fracos e os injustiçados. Juntos, eles representarão a luz num mundo sombrio. E ficará com o rapaz que ama - que também é o seu melhor amigo. Mas na noite em que Quin presta juramento, tudo muda... ser Seeker não é o que ela pensava. A sua família não é o que ela pensava. Nem o rapaz que ela ama é quem ela pensava. E agora é demasiado tarde para fugir.

 

Uma saga épica de amizade, poder, traição e amor verdadeiro.

Na noite em que presta juramento, Quin irá finalmente tornar-se o que todos os seus antepassados foram antes dela. Um Seeker. Alguém que luta honradamente pelos fracos e oprimidos. Ao lado dos seus companheiros mais próximos, John e Shinobu. O seu grande amor. O seu melhor amigo. Mas naquela noite tudo muda. Ser Seeker não é o que ela pensava. A família não é o que ela pensava. Nem o rapaz que ama é quem ela pensava. E agora é demasiado tarde para fugir.

  

«O início forte de uma saga familiar complexa... Dayton destaca-se na criação de personagens memoráveis, entre elas Maud (a Dread Jovem), uma criança eterna cujo misterioso clã está ligado aos Seekers.» Publishers Weekly

«Os fãs de Jogos da Fome e Divergente vão adorar Seeker – O Clã dos Guardiões de Arwen Elys Dayton.» Teen Vogue

«Este livro não vai desiludir.» USAToday.com

 

Arwen Elys Dayton(c)DeniceDuff.jpg

 

Arwen Elys Dayton dedica meses a fazer pesquisa para as suas histórias. As suas explorações levaram-na por todo o mundo a lugares como a Grande Pirâmide de Gizé, Hong Kong e as suas muitas ilhas e a inúmeros castelos em ruínas na Escócia.

Arwen vive com o marido e os seus três filhos na costa oeste dos EUA. Pode visitá-la em arwendayton.com e segui-la em @arwenelysdayton no Twitter e no Instagram.



publicado por 1001mundos às 17:09
link do post | adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 21 de Maio de 2015
«O Grande Bazar e Outras Histórias», de Peter V. Brett

Estas novelas do Ciclo dos Demónios podem ser lidas como histórias independentes, mesmo por aqueles que nunca leram antes a obra de Peter Brett. Cada uma é a sua entrada para um mundo terrível em que os demónios deambulam pela noite, à caça de seres humanos.

 

O Ouro de Brayan

O Homem Pintado já é um clássico da fantasia e gerou uma paixão extraordinária em todo o mundo. Mas o universo e a vida do seu herói, Arlen, ainda guardam muitos segredos…

Aqui está a história das aventuras de Arlen, durante os três anos em que viajou entre as Cidades Livres como Mensageiro. Inclui ainda cenas apagadas, notas do autor, novas personagens, um dicionário de guardas... Um ótimo presente para os amantes da série e um começo perfeito para todos aqueles que ainda não a descobriram.

 

O Grande Bazar

O Grande Bazar foi escrito para preencher a lacuna entre O Homem Pintado e A Lança do Deserto, dando uma nova perspetiva sobre a forma como Arlen encontrou a mítica Lança de Kaji.

Abban, um comerciante do Grande Bazar de Krasia, propõe-se vender tudo aquilo que o coração de um homem pode desejar, incluindo, talvez, a chave para a busca de Arlen.

Inclui ainda um glossário e um livro de feitiços, tornando-se um guia essencial para uma das mais emocionantes séries de fantasia épica.

 

O Legado do Mensageiro

Abrange uma década, apresentando algumas personagens conhecidas e apresentando uma nova que irá desempenhar um papel central no livro 4 do Ciclo dos Demónios: O Trono dos Crânios.

Briar Damaj é um rapaz de seis anos da pequena aldeia de Bogton. Metade krasiano, as crianças da aldeia chamam-lhe lamacento, devido à sua pele escura. Quando ocorre uma tragédia, Briar decide que a aldeia está melhor sem ele, e foge para o pântano levando apenas a sua inteligência e o seu conhecimento das ervas à laia de proteção.

Depois de vinte anos, o Mensageiro Ragen concordou aposentar-se e passar o testemunho ao seu protegido, Arlen Bales. Mas apesar de tudo o que ganhou, Ragen não sabe o que fazer com a vida que lhe resta. Quando sabe que Briar, filho de um velho amigo, está desaparecido, Ragen dispõe-se a enfrentar todas as ameaças para trazê-lo em segurança para casa.

 

Este livro reúne várias novelas do Ciclo dos Demónios que podem ser lidas como histórias independentes, mesmo por quem não conhece a obra de Peter V. Brett. Cada uma é a sua própria entrada para um mundo terrível em que os demónios deambulam pela noite, à caça de seres humanos. No entanto, para aqueles já familiarizados com o mundo do Ciclo dos Demónios, estas novelas serão um mimo especial, pois acrescentam profundidade e textura ao universo da série.

As duas primeiras, O Ouro de Brayan e O Grande Bazar, têm lugar a meio dos acontecimentos de O Homem Pintado, contando histórias sobre as aventuras de Mensageiro de Arlen Bales, antes de ele se tornar o Homem Pintado. O Ouro de Brayan fala da primeira viagem a solo de Arlen como Mensageiro, uma viagem perigosa em que ele leva explosivos para uma remota cidade mineira de montanha. O Grande Bazar foi escrito para preencher a lacuna entre O Homem Pintado e A Lança do Deserto, dando uma nova perspetiva sobre a forma como Arlen encontrou a mítica Lança de Kaji.

A terceira novela, O Legado de Mensageiro, abrange uma década, apresentando algumas personagens conhecidas e introduzindo uma nova que irá desempenhar um papel central no livro 4 do Ciclo dos Demónios: O Trono dos Crânios.

 

PETER-V-BRETT_by_Karsten-Moran_square.jpg

 

Peter V. Brett é o autor best-seller internacional de O Homem Pintado e A Lança do Deserto. Criado com uma dieta contínua de romances de fantasia, banda desenhada e jogos Dungeons & Dragons, Brett tem escrito histórias de fantasia desde que se lembra. Formou-se em Literatura Inglesa e História da Arte na Universidade de Buffalo em 1995 e passou mais de uma década no ramo das publicações farmacêuticas, antes de regressar à sua paixão. Vive em Brooklyn, Nova Iorque.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

homem pintado.jpglanca_do_deserto.jpgguerra diurna.jpg

 

 

 



publicado por 1001mundos às 11:08
link do post | adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 24 de Abril de 2015
Frankenstein, de Mary Shelley

 

As melhores ideias podem ser perigosas

 

Mary Shelley começou a escrever Frankenstein quando tinha apenas dezoito anos. Simultaneamente um thriller gótico, um romance apaixonado e um conto de advertência sobre os perigos da ciência, Frankenstein conta a história do estudante de ciências Victor Frankenstein. Obcecado em descobrir a origem da vida e conseguindo animar matéria inerte, Frankenstein monta um ser humano a partir de partes do corpo roubadas; porém, ao trazê-lo à vida, recua horrorizado ante a fealdade da criatura. Atormentada pelo isolamento e pela solidão, a criatura outrora inocente vira-se para o mal e desencadeia uma campanha de vingança assassina contra o seu criador, Frankenstein.

Frankenstein, um best-seller instantâneo e um antepassado importante do terror e da ficção científica, não só conta uma história aterrorizante, como também suscita perguntas profundas e perturbadoras sobre a própria natureza da vida e o lugar da humanidade no cosmos: o que significa ser humano? Quais são as responsabilidades que temos uns com os outros? Até onde podemos ir na manipulação da Natureza? Na nossa época, cheia de notícias sobre a engenharia genética, doação de órgãos e bioterrorismo, estas questões são mais relevantes do que nunca.

 

Para muitos leitores, que talvez só conheçam Frankenstein em segunda mão, o original pode ser uma surpresa. Quando Mary Shelley o começou, tinha apenas dezoito anos, embora já fosse amante de Shelley e amiga de Byron. No seu prefácio, a autora explica como ela e Shelley passaram parte de um verão húmido com Byron na Suíça, divertindo-se a ler e a escrever histórias de fantasmas. A sua contribuição foi Frankenstein, uma história sobre um estudante de filosofia natural que descobre como transmitir vida a uma criatura construída a partir de ossos que ele próprio recolheu em cemitérios. A história não é um estudo do macabro, mas sim um estudo sobre como o homem usa o seu poder, através da ciência, para manipular e perverter o seu próprio destino, e isso faz com que seja um livro profundamente perturbador.

 

Mary Shelley (c) Richard Rothwell.jpg

Mary Shelley (nascida Mary Wollstonecraft Godwin, conhecida como Mary Wollstonecraft Shelley) foi uma romancista britânica, contista, dramaturga, ensaísta, biógrafa, escritora de viagens e editora das obras do seu marido, o poeta romântico e filósofo Percy Bysshe Shelley. Era filha do filósofo político William Godwin e da escritora, filósofa e feminista Mary Wollstonecraft.

Mary Shelley foi levada a sério como escritora ainda em vida, embora os críticos tenham muitas vezes deixado escapar o tom político dos seus livros. No entanto, após a sua morte, foi principalmente lembrada apenas como mulher de Percy Bysshe Shelley e como autora de Frankenstein. Só em 1989, quando Emily Sunstein publicou a sua biografia premiada Mary Shelley: Romance and Reality, é que se analisou pela primeira vez de forma exaustiva todas as cartas, diários e obras de Shelley no seu contexto histórico.

Os estudiosos consideram agora Mary Shelley uma grande figura Romântica, importante pela sua obra literária e pela sua voz política como mulher e liberal.



publicado por 1001mundos às 09:33
link do post | adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 19 de Março de 2015
«A Música do Silêncio», de Patrick Rothfuss

a_musica_do_silencio.jpg

Ilustrado por Nate Taylor

Sob a Universidade há um lugar escuro. Poucas pessoas sabem da sua existência: uma rede descontínua de túneis antigos, corredores serpenteantes e salas abandonadas. Ali, no meio desse local esquecido, situado no coração dos Subterrâneos, vive uma jovem.

O seu nome é Auri, e é uma jovem cheia de segredos.

A Música do Silêncio é um vislumbre breve e agridoce da sua vida, uma pequena aventura só dela. Ao mesmo tempo alegre e inquietante, esta história oferece-nos a oportunidade de ver o mundo pelos olhos de Auri. E dá-nos a oportunidade de conhecer algumas coisas que só ela sabe... Neste livro, Patrick Rothfuss leva-nos ao mundo de uma das personagens mais enigmáticas da série «A Crónica do Regicida». Repleto de segredos e mistérios, A Música do Silêncio é uma narrativa sobre uma jovem ferida a tentar viver num mundo destruído.

 

Elogios a Patrick Rothfuss e à Crónica do Regicida

«Tão homogéneo e lírico como uma canção... Esta história épica de tirar o fôlego é dilacerante na sua intimidade e magistral na sua essência narrativa».

Publishers Weekly

 

«Rothfuss é o grande novo escritor de fantasia que todos aguardávamos, e esta é uma estreia estrondosa.»

Orson Scott Card

 

«Lembrei-me de Ursula LeGuin, George R. R. Martin e de J. R. R. Tolkien, mas nunca senti que Rothfuss estava a imitar alguém. Como os escritores que claramente admira, ele é um contador de histórias à antiga a trabalhar com elementos tradicionais, mas tem uma voz muito própria. Há anos que não ficava tão fascinado com uma nova série de fantasia. Vai de certeza tornar-se um clássico.»

The London Times

 

«O Medo do Homem Sábio valeu bem a espera. Devorei-o num dia, tendo ficado a pé até quase de madrugada a lê-lo, e já estou em pulgas pelo próximo. Este Rothfuss é muito bom.»

George R. R. Martin

 

«Como em todos os melhores livros do nosso género, não é a fantasia (por muito maravilhosa que seja) que torna este livro extraordinário, mas aquilo que o autor tem para dizer sobre coisas verdadeiras, do dia-a-dia, sobre ambição e fracasso, arte, amor e perda.»

Tad Williams



publicado por 1001mundos às 09:26
link do post | adicionar aos favoritos

Terça-feira, 24 de Fevereiro de 2015
«Tormenta» de Julie Cross, a série «Tempest» finalmente em Portugal

Tormenta.jpg

Um misto de A Mulher do Viajante do Tempo e Matrix – um romance empolgante e cheio de ação!

 

Em 2009, o jovem Jackson Meyer é um rapaz normal de 19 anos: estuda, tem uma namorada… e consegue viajar no tempo. Mas não é como no cinema - durante os seus «saltos» para o passado, nada muda no presente – tudo não passa de uma diversão inofensiva.

Isto é, até Jackson e a sua namorada, Holly, serem atacados por desconhecidos e Holly morrer com um tiro. Em pânico, Jackson recua acidentalmente no tempo dois anos, mas aquele não é como os seus saltos temporais anteriores. Jackson descobre que ficou preso no passado e não consegue voltar ao futuro.

Desesperado por voltar e salvar Holly, mas incapaz de regressar ao ano certo, Jackson resolve continuar a sua vida em 2007, tentar descobrir o que puder sobre as suas capacidades e conhece Holly… de novo. Em breve descobre que nada na sua vida é o que parece ser, incluindo o seu próprio pai.

Não muito tempo depois, as pessoas que dispararam sobre Holly, membros de um grupo apelidado pela CIA de «Inimigos do Tempo», vêm a sua procura para recrutá-lo… ou matá-lo.

Com tudo aquilo a acontecer e ainda a tentar encontrar pistas sobre as origens da sua família para descobrir mais sobre as suas capacidades, Jackson tem de decidir até onde está disposto a ir para salvar Holly… e possivelmente o mundo.

 

Hoje, Jackson e Holly estão apaixonados.

Amanhã, ela irá morrer nos seus braços.

Ontem, ele tem de desfazer tudo…

 

«Parte aventura, parte romance, parte ficção científica... os leitores vão virar a última página e desejar poder “saltar” para o futuro e ler a sequela.»

KIRKUS REVIEWS

 

«“Muito bem, então é verdade. Posso viajar no tempo. Mas não é tão emocionante como parece.” Na verdade, é tão emocionante como parece! E quanto mais Jackson descobre sobre os seus poderes e a natureza das viagens no tempo, mais fascinante se torna este romance.»

Library Journal

 

 

 



publicado por 1001mundos às 18:35
link do post | adicionar aos favoritos

Terça-feira, 27 de Janeiro de 2015
«Redenção Maravilhosa» termina a série «Criaturas Maravilhosas»

redencao_maravilhosa.jpg

«A morte é o fim... ou apenas o princípio?»

Ethan Wate passou a maior parte da vida a desejar fugir da sufocante pequena cidade de Gatlin. Nunca pensou que iria conhecer a rapariga dos seus sonhos, Lena Duchannes, que lhe revelou um lado secreto, poderoso e amaldiçoado da cidade, escondido à vista de todos. E nunca teria esperado ser forçado a deixar para trás toda a gente e tudo aquilo que é importante. Então, quando Ethan acorda depois dos acontecimentos horripilantes de Caos Maravilhoso, tem apenas um objetivo: arranjar forma de voltar para Lena e para aqueles que ama.

Em Gatlin, Lena está a trabalhar para o regresso de Ethan, prometendo fazer o que for preciso - mesmo que isso signifique confiar em velhos inimigos ou arriscar a vida da família e dos amigos que Ethan abandonou para proteger.

Em mundos diferentes, Ethan e Lena devem voltar a trabalhar juntos para reescrever o seu destino neste final deslumbrante da série «Criaturas Maravilhosas».

 

«O quarto e último livro começa depois do final surpreendente e em suspenso de Caos Maravilhoso e não dececiona.»

Entertainment Weekly

 

«Os romances das “Criaturas Maravilhosas” contêm uma potente mistura de gótico, mítico e mágico. Os leitores podem esperar mais daquilo que adoram nesta última parte, enquanto seguem a via gem empolgante de Ethan até ao seu fim agridoce. Com personagens originais, construção de um mundo complexo e prosa arrebatadora, estamos perante uma história magistralmente contada.»

Deborah Harkness


publicado por 1001mundos às 15:31
link do post | adicionar aos favoritos

Terça-feira, 4 de Novembro de 2014
Colóquio de Ficção Científica e Fantasia

Messengers from the Stars: Episode III

 

Science Fiction and Fantasy Conference

19, 20 and 21 November 2014

coloquio fc.jpg

 

 



publicado por 1001mundos às 10:37
link do post | adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 24 de Julho de 2014
«Divina», de P. C. Cast, em agosto na 1001 Mundos

 

Autora Bestseller da série Casa da Noite

 

Não é um talento para a jardinagem que faz as rosas da família Empousai desabrocharem há séculos, mas sim as gotas de sangue que as mulheres derramam em segredo pelos seus jardins. Mikki, porém, prefere esquecer essa peculiaridade e levar uma vida normal. Até ao dia em que, sem querer, realiza um ritual e acaba num reino estranhamente familiar: o Reino das Rosas. De acordo com Hécate, a deusa desse reino, Mikki tem nas veias o sangue de uma suma sacerdotisa, e o Reino das Rosas já esperava por ela. Num acesso de raiva que Hécate teve muito antes, ela amaldiçoou o seu guardião com um sono do qual ele poderá despertar apenas por intermédio de uma das suas sacerdotisas. E a deusa conta com Mikki para colocar as coisas em ordem. A princípio, o guardião-fera deixa Mikki apavorada; porém, em breve a fascina mais do que qualquer outro homem já conseguiu. A única forma de ele e do reino serem salvos, contudo, é se Mikki sacrificar o seu sangue e a sua vida.

 

«Uma divertida combinação de mitologia, poder feminino e doce romance, com uma pitada de suspense. Uma obra a ler… um romance que celebra a magia de ser mulher.» - Affaire de Coeur

      

 

 



publicado por 1001mundos às 09:24
link do post | adicionar aos favoritos


.mais sobre mim
.links
.Novidades 1001 Mundos







.posts recentes

. «Prodigy», de Marie Lu, a...

. «A Viajante», de Arwen El...

. «O Trono dos Crânios», de...

. Entrevista com Stephenie ...

. «Crepúsculo» reimaginado....

. Edição do 10º aniversário...

. Edição do 10º aniversário...

. «Seeker - O clã dos Guard...

. «O Grande Bazar e Outras ...

. Frankenstein, de Mary She...

.arquivos

. Julho 2016

. Junho 2016

. Janeiro 2016

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Novembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Outubro 2013

. Março 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

.subscrever feeds